Notícias

    Os profetas são moradores da zona rural que criam previsões a partir do que observam sobre a natureza

    Antônio Lima, 75, é profeta da chuva de Quixadá
    Antônio Lima, 75, é profeta da chuva de Quixadá (Foto: Camila de Almeida/O POVO)

    Os profetas da chuva irão se reunir nesta sexta-feira, 20, e sábado, 21, para realizar previsões sobre a quadra chuvosa em 2020. Promovido pelo campus de Tauá em parceria com campus de Boa Viagem do IFCE, esta será a 4ª edição do Encontro dos Profetas da Chuva dos Inhamuns. O evento é uma parceria entre IFCE, a Universidade Estadual do Ceará (Uece) e a Prefeitura Municipal de Tauá.

    Por Fernando Gregio
    Embrapa Solos

    Trabalho dos pesquisadores irá subsidiar governos municipais de Alagoas na escolha dos melhores locais para instalar as barragens | Foto: Roseli Freire de Melo

    Maceió – AL. Estudo liderado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), no âmbito do Projeto ZonBarragem, mapeou mais de 12 mil km² do Agreste e do Sertão de Alagoas para indicar áreas potenciais para a construção de barragens subterrâneas, tecnologia social que permite o estoque de água no solo por longos períodos após as chuvas. O Mapa Generalizado de Áreas Potenciais para Construção de Barragens Subterrâneas irá subsidiar um programa estadual a ser iniciado em 2020 que construirá 50 barragens subterrâneas no Semiárido alagoano, beneficiando cerca de 200 famílias.

    Jornal O POVO         02/12/19

    Escola-denúncia

                                                       André Haguette

                                                       Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

     

                A escola,da educação infantil à universidade, cada degrau no seu respectivo ritmo e sua devida pedagogia,há de ser um lugar acolhedor, generoso, de confraternidade, onde, de modo disciplinado e organizado, se aprende a decifrar o outro, o mundo e a si mesmo. Um lugar onde alunos, professores, funcionários e pais aperfeiçoam qualidades humanas fundamentais:  conhecimento,equilíbrio emocional e afetivo, convívio político e ético. Na feliz e internacionalmente aceita conceituação de Jacques Delors, a escola se constrói e reconstrói constantemente em torno de quatro pilares: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver com os outros, aprender a ser, aprendizagens complementares e integrados que exigem uma cultura e um ambiente escolares de respeito, disciplina, liberdade e confiança entre seus diferentes agentes e as famílias. Por essas características, educação se distingue de adestramento e de disciplinamento. Educar é propor um convite ao questionamento, à descoberta,à solidariedade, à liberdade, à responsabilidade e, logo, à paz cosmopolita. 

    No marco da erosão crescente do nosso ambiente democrático, o ano de 2019 tem sido marcado pela profunda hostilidade oficial à atuação do terceiro setor e da sociedade civil no Brasil.

    Desde o chamado ainda na campanha eleitoral para literalmente “botar um ponto final em todos os ativismos no país”, a atitude predominante do governo federal em relação às organizações de promoção da cidadania e da participação social na vida pública tem sido a de fomentar a desconfiança e desqualificação, quando não a sugestão recorrente de criminalização da atuação dos mais diversos atores na sociedade.

    © 2018 RM77.DESIGN. All Rights Reserved. Designed rm77.com.br
    Free Joomla! templates by AgeThemes